Seguidores

Pesquisar este blog

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O que é a Liturgia das Horas e qual a sua importância?

A Liturgia das Horas, reformada pelo Concílio Vaticano II, não é apenas a oração dos membros da hierarquia e de religiosos professos de votos solenes, que a ela estão obrigados, mas de todo o Povo de Deus. A Constituição "Sacrosanctum Concilium" recomenda que os leigos rezem o Ofício Divino com os sacerdotes ou reunidos entre si, inclusive em particular. (SC 100)

Cristo estabeleceu que "é preciso orar sempre e nunca desistir" (Lc 18,1). Por isso a igreja, atendendo fielmente a essa exortação, jamais cessa de elevar suas preces, e nos exorta com estas palavras: "Por meio de Jesus, ofereçamos a Deus um perene sacrifício de louvor" (Hb 13,15). Esse preceito se cumpre, não apenas pela celebração da Eucaristia, mas também por outras formas, de modo particular a Liturgia das Horas. Segundo antiga tradição cristã, ela tem a característica, entre as demais ações litúrgicas, de consagrar todo o curso do dia e da noite. Como a santificação do dia e de toda a atividade humana é finalidade da Liturgia das Horas, o seu curso foi de tal modo reformado que cada Hora voltou tanto quanto possível ao seu verdadeiro momento, levando-se ao mesmo tempo em conta as condições da vida moderna. Por isso, "tanto para realmente santificar o dia, quanto para recitar o fruto espiritual as mesmas Horas, é bom que na recitação se observe o tempo que mais se aproxime do momento verdadeiro de cada Hora canônica.

A Liturgia das Horas para o fiel leigo é dividida em: Laudes, Hora Média (Oração das Nove, das Doze e das Quinze horas), Vésperas e Completas, tendo sido omitido o Ofício das Leituras.

Laudes e Vésperas

"Segundo uma venerável tradição de toda a Igreja, as Laudes - oração da manhã - e as Vésperas - oração da tarde -, constituem como que os dois pólos do Ofício cotidiano. Sejam consideradas como as horas principais e como tais sejam celebradas".
As Laudes se destinam à santificação do período da manhã, assim, ensina São Cipriano: "Deve-se orar logo de manhã, para celebrar na oração matinal a ressurreição do Senhor".
As Vésperas são celebradas à tarde, ao declinar do dia, normalmente é feita às 18hs.

Hora Média

Ainda segundo a tradição, os cristãos costumavam, por devoção pessoal, orar em diversos momentos do dia e no meio do trabalho, imitando a Igreja apostólica. O costume litúrgico, tanto no Oriente como no Ocidente, adotou a Oração das Nove (Terça), das Doze (Sexta) e das Quinze Horas (Noa), sobretudo porque essas Horas se relacionam com alguns acontecimentos da Paixão do Senhor e da pregação inicial do Evangelho.
Todavia, é permitido ao leigo escolher, entre as três Horas, a que mais corresponde ao tempo do dia, para que se conserve a tradição de orar durante o dia, em meio aos trabalhos.

Completas

As Completas são a última oração do dia, e se reza antes do descanso noturno, mesmo passada a meia-noite, se for o caso.

Para saber mais sobre a Liturgia das Horas veja esse vídeo do pe. Paulo Ricardo:



Se você quer fazer a Liturgia das Horas pode adquirir o livro Oração das Horas (que é para os leigos e é um só volume) em qualquer boa livraria católica.

 
Fonte: Livro Oração das Horas e site Christo Nihil Praeponere

Oh Maria concebida sem pecado, rogai por nós, que recorremos a Vós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentário sujeito a moderação.
Perguntas podem ser respondidas em novas postagens, para saber, clique no Marcador: "Respostas"
Que Deus os abençõe.
Obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...