Seguidores

Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Posso ter padrinhos de outras religiões?

Boa tarde.

"quero me batizar e ka tenho 22 anos e meu padrinho e Católico e minha Madrinha é Evangélica.isso pode por ser religiões diferente"

Bem, segundo o Código de Direito Canônico, para ser padrinho e/ou madrinha é necessário:

1) Seja designado pelo batizando ou por seus pais, ou no caso de ausência pelo próprio pároco ou ministro, e tenha aptidão e intenção de cumprir esse encargo;

2) Tenha completado 16 anos de idade;

3) Seja Católico, confirmado (crismado);

4) Já tenha recebido o Sacramento da Eucaristia;

5) Leve uma vida de acordo com a fé (católica) e o encargo que vai assumir;
Não podem ser padrinhos pessoas de outras religiões ou filosofias de vida, amasiados (união estável), divorciados, casados somente no civil ou em uma igreja de outra religião ou pessoas que não tenham uma conduta cristã condizente.

6) Não tenha sido atingido por nenhuma pena canônica legitimamente irrogada ou declarada;

7) Não seja pai ou mãe do batizando (nem esposo(a) de uma pessoa adulta que irá se batizar);

8) Solteiro ou Casado na Igreja Católica.

Pode um não-católico ser padrinho/madrinha?

Não.
Um batizado não-católico pode ser admitido junto com um padrinho católico, mais será apenas testemunha do batismo.

Por que um não-católico, batizado ou não, não pode ser padrinho/madrinha?

Os deveres dos padrinhos não terminam ao saírem da Igreja, depois da cerimônia: assumiram uma responsabilidade por toda a vida para com o bem espiritual do afilhado ou afilhada.
Na maioria dos casos, esta responsabilidade cumpre-se rezando pelos afilhados nas orações diárias e dando-lhes bom exemplo de vida cristã. Mas, se alguma coisa acontecer aos pais, compete aos padrinhos assegurar os meios para que o afilhado ou a afilhada recebam uma sólida formação na fé.
Se os pais negligenciam a formação católica dos filhos, torna-se dever dos padrinhos fazer tudo o que esteja ao seu alcance para suprir a negligência, como: ver se a criança já está sendo preparada para a primeira comunhão, para o crisma e, se não tiver, levá-las.

Portanto, o padrinho/madrinha deve ter por primeira condição serem ótimos católicos.

Ora, como um protestante, um espírita, um budista, um agnostico, um ateu vai ter esse cuidado, essa atenção, essa responsabilidade? Ninguém dá o que não tem!
Portanto, não pode ser padrinho/madrinha: protestante, evangélico, espírita, agnóstico, ateu, umbandista, macumbeiro, etc...


No caso específico, se a pessoa escolhida por você for Católico Crismado, maior de 16 anos e for solteiro OU casado na Igreja Católica, ele pode ser  seu padrinho.
Nesse caso, a mulher será, na verdade, só testemunha, podendo participar da celebração.

Temos que pensar e ver as normas da Igreja antes de escolhermos padrinhos e madrinhas para depois não causarmos uma saia justa e desconforto.

Que Deus o abençõe!!

Sagrado Coração de Jesus, eu confio em vós!

2 comentários:

  1. Serdeczności , piękna pełna miłości odpowiedz i sliczna strona. Zapraszam na mojego bloga Helena Poland
    http://www.skrzynkaintencji100.bloog.pl

    ResponderExcluir

Comentário sujeito a moderação.
Perguntas podem ser respondidas em novas postagens, para saber, clique no Marcador: "Respostas"
Que Deus os abençõe.
Obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...