Seguidores

Pesquisar este blog

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Pessoa criada na Umbanda, agora fazendo catequese, pode receber os sacramentos? E a madrinha?


"Fui criada e sou sacerdotisa na umbanda. Mas ano passado recebi um chamado para que eu frequentasse a catequese - desde então minha família vem frequentando a catequese. Agora estamos em uma reta final para os sacramentos, mas me deparo com alguns problemas:
- Minha filha gostaria muito que sua madrinha fosse uma pessoa que frequenta muito a igreja católica, mas também frequenta a umbanda. Realmente não é possível?
- Como o centro que frequento sempre ensinou paz, amor, oração - nunca fizemos despachos, macumbas, etc. - ainda não consigo ver como 100% errado o que vivi para renunciar. Porém sei que devo receber os sacramentos, pois o meu chamado foi muito forte e bonito e me ensinou a crer na igreja católica e na bíblia.
Os dizeres de renuncia que ainda não conseguiria dizer é quando cita-se nomes de orixás, como Xangô (que na católica é São Jerônimo) e de meditação.
Mesmo assim não posso receber os sacramentos?"

 
Salve Maria!!

Vamos por partes...rs

Fui criada e sou sacerdotisa na umbanda.

Primeiro: Fiquei na dúvida se você AINDA É frequentadora da Umbanda. Já que afirmou ser sacerdotisa lá. Não ficou claro se já saiu ou continua frequentando a Umbanda.

Minha filha gostaria muito que sua madrinha fosse uma pessoa que frequenta muito a igreja católica, mas também frequenta a umbanda. Realmente não é possível?
Segundo: Sobre a madrinha, para que ela seja madrinha ela precisa ser católica e crismada e viver conforme ensina a fé católica, além de outros requisitos (veja sobre eles no meu post sobre o Sacramento do Batismo).
Ora, se ela frequenta a umbanda, então, ela não está vivendo a fé católica como deveria. Ela conhece mesmo a Igreja Católica? Parece-me que não! Como vai orientar e acompanhar a sua filha se ela mesma não segue o que a Igreja ensina? Difícil né? 
O padrinho e a madrinha não são "de enfeite" ou "convenção social"; eles tem uma função/obrigação que é ensinar e acompanhar o afilhado (a) nos ensinamentos da fé católica auxiliando os pais e na ausência destes. Pense sobre isso.

- Como o centro que frequento sempre ensinou paz, amor, oração - nunca fizemos despachos, macumbas, etc. - ainda não consigo ver como 100% errado o que vivi para renunciar. Porém sei que devo receber os sacramentos, pois o meu chamado foi muito forte e bonito e me ensinou a crer na igreja católica e na bíblia.
Os dizeres de renuncia que ainda não conseguiria dizer é quando cita-se nomes de orixás, como Xangô (que na católica é São Jerônimo) e de meditação.
Mesmo assim não posso receber os sacramentos?"

Terceiro: Antes de receber o sacramento do Crisma, você irá receber o Sacramento da Penitência, nele você deve falar ao sacerdote os pecados que cometeu. Entendo que, antes de você conhecer a fé católica pode não existir o pecado, já que para existir a pessoa deve saber que é pecado e querer cometê-lo assim mesmo, mas.... desde quando você começou a frequentar a catequese e a tomar conhecimento sobre o que a Igreja ensina e sobre o que ela considera pecado, sobre os 10 mandamentos, você, se tiver continuando a frequentar o centro (como parece ser o caso), pode ser considerada em pecado, devendo falar isso ao padre, narrar sua história, quando for receber o Sacramento da Reconciliação/Penitência/Confissão.

Você pode sim receber os sacramentos mas, para isso, deve: 

1) Querer ser realmente católica;
2) Se afastar, definitivamente, da Umbanda e outras seitas (desde já e não só depois que receber os sacramentos);
3) Ter consciência do seu chamado a ser Católica e procurar vivenciá-lo como a Igreja ensina, não é fácil. Você poderá cair algumas vezes, muitas vezes, se questionar, mas sempre terá um padre para conversar, tirar suas dúvidas e se redimir diante de Deus (veja o testemunho da madre Jane do Instituto Hesed, ela era da Umbanda e hoje é irmã consagrada a Deus). Além de inúmeros documentos da Igreja e o Catecismo da Igreja Católica que deve ler lido e conhecido por todo católico.

"Todas as formas de adivinhação hão de ser rejeitadas: recurso a Satanás ou aos demônios, evocação dos mortos ou outras práticas que erroneamente se supõe "descobrir" o futuro. A consulta aos horóscopos, a astrologia, a quiromancia, a interpretação de presságios e da sorte, os fenômenos de visão, o recurso a médiuns escondem uma vontade de poder sobre o tempo, sobre a história e, finalmente, sobre os homens, ao mesmo tempo que um desejo de ganhar para si os poderes ocultos. Essas práticas contradizem a honra e o respeito que, unidos ao amoroso temor, devemos exclusivamente a Deus.
Todas as práticas de magia ou de feitiçaria com as quais a pessoa pretende domesticar os poderes ocultos, para colocá-los a seu serviço e obter um poder sobrenatural sobre o próximo - mesmo que seja para proporcionar a este a saúde -, são gravemente contrárias à virtude da religião. Essas práticas são ainda mais condenáveis quando acompanhadas de uma intenção de prejudicar a outrem, ou quando ou não à intervenção dos demônios. O uso de amuletos também é repreensível. O espiritismo implica frequentemente práticas de adivinhação ou de magia. Por isso a  Igreja adverte os fiéis a evitá-lo. O recurso aos assim chamados remédios tradicionais não legitima nem a invocação dos poderes maléficos nem a exploração da credulidade alheia". (Catecismo da Igreja Católica)

Agora, tenha consciência. 

Não dá pra ser católica e espírita. 
Não dá pra ser católica e crer na reencarnação.
Não dá pra ser católica e frequentar a Umbanda.
Não dá pra ser católica e frequentar centro de macumba....
Ou você é católica ou você não é!!!
Ou você crer no que a Igreja Católica ensina e prega: Cristo Ressuscitado, vivo no Santíssimo Sacramento do Altar, que esperar por nós todos os dias e se dá na Hóstia Consagrada, ou você não é católica.

Procure ler mais sobre o que a Igreja ensina de outras religiões. Converse com o sacerdote que está acompanhando a sua catequese. Reze. Se afaste da Umbanda. Peça orientação ao seu Anjo da Guarda, a Jesus Hóstia Santa (vc pode visita-lo na paróquia, no sacrário, e conversar com ele sobre isso), peça auxílio a Maria, Nossa Mãe e ao Arcanjo Miguel.

Espero ter ajudado.
Que Deus a abençõe.

2 comentários:

  1. A umbanda é uma derivação do maldito kardecismo, pois, o que o kardecismo não é como uma crendice ritualística (em termos pagãos) a umbanda é, além de desdobrar na versão kimbanda. Tudo isso se deve ao protestantismo, ou seja, aos quakers, aos metodistas episcopais e aos calvinistas de Zurique com seus... magnetismos.
    Irlei Geraldo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que confuso este comentário, Irlei. Fácil afirmar que o demônio são os outros, difícil é assumir e confessar os próprios pecados. Almir

      Excluir

Comentário sujeito a moderação.
Perguntas podem ser respondidas em novas postagens, para saber, clique no Marcador: "Respostas"
Que Deus os abençõe.
Obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...