Seguidores

Pesquisar este blog

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Perguntas e Respostas sobre os Padrinhos


Eu recebo muitos questionamentos, não só sobre os Sacramentos do Batismo e da Crisma, mas, também, sobre a questão dos Padrinhos.

Assim, resolvi "compilar" aqui algumas das dúvidas que recebi e responder de forma suscinta (já que há posts sobre cada um desses questionamentos).

As respostas aqui colocadas são com base no disposto no Código de Direito Canônico, no Catecismo da Igreja Católica e no livro A Fé Explicada.


Quem precisa de Padrinhos?

Todo aquele que deseja receber os Sacramentos do Batismo e da Confirmação (ou Crisma) precisa de padrinho: criança, adolescente e adulto. 

Sobre os Padrinhos no Batismo:

"Cân. 872. Ao batizado, enquanto possível, seja dado um padrinho, a quem cabe acompanhar o batizando na iniciação cristã... cabe também a ele ajudar que o batizando leve uma vida de acordo com o batismo e cumpra com fidelidade as obrigações inerentes"

Sobre os Padrinhos no Crisma: 

"Cân. 892. Enquanto possível, assista ao confirmando um padrinho, a quem cabe cuidar que o confirmado se comporte como verdadeira testemunha de Cristo e cumpra com fidelidade as obrigações inerentes a esse sacramento(...)
§ 2. É conveniente que se assuma como padrinho o mesmo que assumiu esse encargo no batismo".


Posso receber os Sacramentos do Batismo e da Crisma sem Padrinhos?

Não!


Qual a função dos Padrinhos?

Ao padrinho cabe acompanhar o batizando adulto na iniciação cristão e, junto aos pais, apresentar ao batismo o batizando criança.
Cabe a ele também ajudar que o batizado leve uma vida de acordo com o batismo e cumpra com fidelidade as obrigações inerentes.

Os deveres dos padrinhos não acabam ao final da cerimônia, ao contrário, eles assumiram uma responsabilidade por toda a vida para com o bem espiritual do seu afilhado(a).
Na maioria dos casos, essa responsabilidade se cumpre rezando pelos afilhados nas orações diárias e dando-lhes bom exemplo de vida cristã.
Mas, se alguma coisa acontecer aos pais, compete aos padrinhos assegurar os meios para que os afilhados recebam uma sólida formação na fé.

Se os pais negligenciam a formação católica dos filhos, torna-se dever dos padrinhos fazer de tudo que esteja ao seu alcance para suprir a negligência, como: ver se a criança já está sendo preparada para a primeira comunhão, para o crisma e, se não tiver, levá-las. 


Quem pode ser Padrinho e Madrinha?

O Padrinho e a Madrinha -  de Batismo e de Crisma - conforme dispõe o Código de Direito Canônico em seu Cân. 874 deve:

1) Ser designado pelo batizando ou crismando, ou pelos seus pais, ou no caso de ausência pelo pároco ou ministro, e tenha aptidão e intenção de cumprir esse encargo;

2) Tenha completado 16 anos de idade;

3) Seja batizado na Igreja Católica e tenha recebido o Sacramento do Crisma;

4) Já tenha recebido o Sacramento da Eucaristia (feito a primeira comunhão);

5) Leve uma vida de acordo com a fé (católica) e o encargo que vai assumir;

6) Não tenha sido atingido por nenhuma pena canônica legitimamente irrogada ou declarada;

7) Não seja pai ou mãe do batizando-crismando (nem marido);

8) Seja solteiro ou casado na Igreja Católica.


Posso ter só um Padrinho?

A pessoa que vai receber o Sacramento do Batismo pode escolher:

a) 1 padrinho;
b) 1 madrinha;
c) 1 padrinho e 1 madrinha.

"Cân. 873. Haja um só padrinho ou uma só madrinha, ou então um padrinho e uma madrinha"

A pessoa que vai receber o Sacramento do Crisma pode escolher:

a) 1 padrinho;
b) 1 madrinha.

"Cân. 892. Enquanto possível, assista ao confirmando um padrinho, a quem cabe cuidar que o confirmado se comporte como verdadeira testemunha de Cristo e cumpra com fidelidade as obrigações inerentes a esse sacramento.
Cân. 893. Para alguém exercer o múnus de padrinho, é necessário que satisfaça as condições referidas no Cân. 874".


 O Padrinho ou Madrinha de Crisma pode ser o mesmo do Batismo?

Pode, de preferência.

"Cân 892. § 2. É conveniente que se assuma como padrinho o mesmo que assumiu esse encargo no batismo".


A Madrinha de Consagração precisa ser consagrada?

Não.
A Madrinha de Consagração a Nossa Senhora, figura cada vez mais comum hoje em dia, não precisa ser Consagrada a Nossa Senhora; mas, ela precisa observar os mesmos requisitos dos outros padrinhos.


Posso ter Padrinhos de outra Religião?

Não!
Os padrinhos devem ser católicos: serem batizados, crismados e vivenciarem a fé católica.
Indo a Santa Missa e frequentando os outros Sacramentos.

Agora, a pessoa batizada de outra denominação religiosa pode ser admitida como testemunha do e no Sacramento do Batismo, ao lado do padrinho católico.

"Cân. 874. §2 O batizado pertencendo a uma comunidade eclesial não católica só se admita juntamente com um padrinho católico e apenas como testemunha do batismo".

É bom deixar claro que essa figura da testemunha não pode existir no Sacramento do Crisma, onde há somente 1 padrinho e este deve ser católico, crismado.


Quem é casado só no civil, vive em União Estável e/ou Segunda União pode ser Padrinho?

Não!
A pessoa para ser Padrinho e Madrinha, se não for solteira, deve ser casada na Igreja Católica, ou seja, ter recebido o Sacramento do Matrimônio, só assim, ela poderá participar dos outros Sacramentos: Reconciliação (confissão) e Eucaristia.

Quem só é casado no civil, ou vive em união estável ou em segunda união, para a Igreja, está "irregular" e não pode se aproximar dos outros Sacramentos: Reconciliação e Eucaristia; assim, não vivem conforme a fé da Igreja e o encargo que vai assumir.



Quem é Homossexual pode ser Padrinho?

Se a pessoa com tendências homossexuais não vive a homossexualidade, procura viver a castidade e a abstinência sexual, e não houver outro impedimento, ela pode ser padrinho/madrinha.

Agora, se a pessoa é homossexual e vive em plenitude a sua sexualidade - namorando, casado, militando -, não pode ser padrinho/madrinha.
Aqui ela se encaixa no mesmo impedimento das pessoas que vivem em união estável, são casadas só no civil ou vivem em segunda união.

A pessoa para ser padrinho deve ser solteiro ou casada na Igreja Católica e viver conforme a fé da Igreja e o encargo que vai assumir: aproximando-se dos Sacramentos da Reconciliação (confissão, com frequencia) e da Eucaristia.


Uma pessoa que é Solteira, batizada e crismada, mas que não frequenta mais a Igreja Católica, pode ser Padrinho?

A pessoa para ser padrinho deve ser solteiro ou casada na Igreja Católica e viver conforme a fé da Igreja e o encargo que vai assumir, ou seja, ser um bom católico: ir a Santa Missa aos domingos e dias santos, aproximar-se dos Sacramentos da Reconciliação (confissão, com frequência) e da Eucaristia.

Assim, alguém que não vai mais na Igreja, não assiste a Missa aos domingos, ou até assiste, mas não procura os Sacramentos da Reconciliação e da Eucaristia, não vive conforme a fé da Igreja: é o católico do IBGE.

Essas pessoas não devem ser chamadas para serem padrinhos uma vez que, provavelmente, não terão um compromisso devido com o afilhado.


Meus Padrinhos não observaram as condições exigidas. Os Sacramentos do Batismo e do Crisma são válidos? Devo repetir?

Os Sacramentos do Batismo, do Crisma e da Ordem não podem ser repetidos.

"Cân. 845. § 1. Os sacramentos do batismo, confirmação e ordem, já que imprimem caráter, não podem ser repetidos."

Assim, no caso dos padrinhos que não observaram as condições dispostas no Cân 874, isso afetou apenas a liceidade da escolha dos mesmos e não a validade dos Sacramento do Batismo e do Crisma, esses são válidos.

É o que está disposto no comentário de rodapé do Código de Direito Canônico ao Cân 874:

"874. Fora das condições do § 1, requeridas pela própria natureza das coisas, não parece que as qualidades expressas neste cânon afetem à validade, mas apenas a liceidade da designação do padrinho."


Os Padrinhos devem fazer algum Curso ou Catequese?

Sim. Normalmente aos candidatos a padrinhos se pede que faça um Curso de Batismo, que é feito na Paróquia e pode ocorrer em apenas um dia ou em um final de semana.
Com esse curso eles recebem um certificado com validade de 2 anos. Esse curso não é catequese.


Os Padrinhos podem fazer esse Curso de Batismo em cidade diferente de onde se dará o Sacramento do Batismo?

Sim.


Pode ocorrer os Sacramentos do Batismo e da Crisma sem a presença dos Padrinhos?

Sim.
Nesse caso, o ausente pode delegar a sua presença; para isso, basta estar informado do batismo, dar o seu consentimento e concordar em que alguém o represente.
O melhor é enviar o consentimento por escrito, mencionando o nome da pessoa que o representará, e o documento deverá ser entregue ao sacerdote quando se marcar a cerimônia.
O ausente será o padrinho real e será dele o nome inscrito no registro batismal; é ele ou ela quem assume a responsabilidade pelo afilhado.


O namorado-noivo-marido pode ser Padrinho do seu namorada-noiva-esposa (vice-versa)?

Pode, mas não deveria.
Pelo batismo-crisma, cria-se uma relação espiritual entre o afilhado e o padrinho, relação que é muito rela, e que constitui um impedimento para o matrimônio de ambos.
Se quem vai batizar já é uma pessoa adulta, o seu noivo não deveria apadrinhar porque seria necessário obter mais tarde a dispensa para se poder celebrar o Sacramento do Matrimônio.


A Sogra pode ser Madrinha?

Se ela observar os requisitos dispostos no Cân 874, pode.


Os avós podem ser padrinhos?

Se observarem os requisitos dispostos no Cân 874, podem.


Meus filhos podem ter o mesmo padrinho?

Podem.


Dois irmãos (homem e mulher) podem ser padrinhos?

Se observarem os requisitos dispostos no Cân 874, podem.


O padrinho ou a madrinha pode ser um Santo (pessoa falecida)?

Pode.
Antigamente tinha-se muito o habito de indicar Nossa Senhora (em alguma de suas denominações) como madrinha de batismo, principalmente quando ocorria um parto dificil.

A pouco tempo os missionários da Canção Nova, Deia e Tiba, tiveram um filho e a madrinha dele é Nossa Senhora das Graças (salvo engano).


Se os padrinhos falecem, podem ser substituídos?

Se o falecimento se deu após a celebração dos Sacramentos do Batismo e da Crisma não pode haver substituição, uma vez que esses sacramentos não podem ser repetidos. Além disso, da mesma forma que não se pode substituir um pai-mãe, não se substitui um padrinho.

O que pode ocorrer é, no caso de falecimento do padrinho de Batismo, quando for receber o Sacramento do Crisma, indicar uma outra pessoa como padrinho ou madrinha.


Como os Padrinhos devem vestir-se no dia do Sacramento do Batismo e da Crisma?


Como todo católico, devem observar a modéstia e o pudor, principalmente dentro da Igreja.

Homens: Use calça e camisa social, sapatenis ou sapato social.


Mulheres: 
Saias ou Vestidos modestos, na altura do joelho, com manga; 
blusa de manga; 
Roupa sem decotes ou transparências;
Não use roupa justa;
Não use tomara que caia.


Quanto a cor da roupa, não precisa ser branca.
A roupa da mãe, do batizando, do crismando e convidados deve seguir a mesma regra de modéstia.


A Madrinha pode usar o Véu?

Pode. Não há impedimento, nem obrigação.


Fonte: Catecismo da Igreja Católica, Código de Direito Canônico e A Fé Explicada.

72 comentários:

  1. Onde está a figura de testemunhas ou invés de padrinhos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Testemunha é só no matrimônio, na verdade é errado dizer padrinho quando se trata de matrimônio.

      Excluir
    2. Ave Maria!

      Isso mesmo Felipe.

      Batismo/Crisma existe a figura do Padrinho.
      Aqui a "testemunha" seria somente o cristão não católico no Batismo (Cân 874, CDC)

      Matrimônio: não há Padrinhos, mas somente Testemunhas.

      Deus abençõe.

      Excluir
  2. Boa noite. A madrinha de consagração precisa levar documentos da Crisma ou algum outro documento para realizar o batismo?
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!!

      Sugiro que se informe na Paróquia.
      Quando fui, não levei.
      Mas fiz o curso de batismo para qualquer eventualidade.

      E em outra oportunidade, sei que não foi permitido que menores de 16 anos, ainda não crismados, fossem padrinhos de consagração.

      Deus a abençoe!

      Excluir
  3. Quais são as perguntas do batismo católico

    ResponderExcluir
  4. No dia da reunião para o batismo ,madrinha de consagração pode faltar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!!

      O ideal é que ela participe.
      Afinal, ela também terá uma obrigação para com o afilhado.
      Quando eu fui ser Madrinha de Consagração fiz questão de fazer o Curso. Até porque, quanto mais aprendemos sobre a nossa fé e função melhor né?
      Se não pode ir no mesmo dia dos outros padrinhos, veja um outro dia que possa, até mesmo em outra Paróquia.
      Que Deus a abençoe!

      Excluir
  5. Ave Maria!

    Uma dúvida, fui agendar o batismo da minha filha e falei da intenção em ter um padrinho de consagração e na mesma hora fui informada de que não é mais possível, o secretário falou que teve uma mudança e estava suspenso por hora. Fiquei sem entender isso.. o que faço??

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde!
    Eu tenho uma afilhada para batizar mes q vem. Porem eu namoro te dois anos mais nós nao moramos junto, sendo assim posso batizar a menina ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Não moram juntos? Não vivem em União Estável?
      Namorar não é impedimento para ser Padrinho.
      Mas, você vai a Missa? Confessa? Comunga todo domingo? Você vive a fé católica?
      Se a resposta for sim!
      Pode ser padrinho.
      Agora, se você não vai na Igreja, não confessa, não comunga, tem relações sexuais.. não vive a fé católica né?
      Nesse caso, a sugestão que dou é que mude de vida!
      Procure o Sacerdote, se confesse, passe a ir na Missa, pelo menos nos domingos e comungue, case com sua namorada (dois anos já...), viva a fé católica... não esqueça de fazer o curso de padrinhos.
      Que Deus o abençõe!
      Agora, sugiro que an

      Excluir
  7. Boa tarde! No caso de não haver outra pessoa para se escolher como padrinho, pode ele não ser crismado, tendo só obtido o sacramento do batismo e da comunhão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://comosercristacatolica.blogspot.com/2019/05/resposta-pessoa-pode-nao-ser-crismada.html

      Excluir
  8. Eu não tenho crisma mais sou casado na igreja católica tô querendo batizar a filha do meu subrinho eu posso devido a minha esposa ter todos os sacramentos com o ato do casamento não passamos ser um só perante Deus.sendo assim os sacramentos dela não são válidos para mim também

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://comosercristacatolica.blogspot.com/2019/05/resposta-sou-casado-na-igreja-os.html

      Excluir
  9. Os padrinhos, antes do batismo precisam se confessar ?

    ResponderExcluir
  10. Para ser Madrinha De Consagração Precisa De 1a Comunhão Ou Crisma ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Deve observar os mesmos requisitos dos outros padrinhos.
      Tem as mesmas obrigações.
      Auxiliar o afilhado.
      Se ela não fez sequer a primeira comunhão...
      Não pode ser criança também.

      Deus abençõe.

      Excluir
  11. Homem pode ser padrinho de consagração?

    ResponderExcluir
  12. Uma criança que já foi batizada,mas não tem padrinhos de consagração pode ser consagrada a Nossa Senhora e ter padrinhos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Quando ela crescer e quiser se Consagrar a Nossa Senhora, sim!

      Tratei sobre isso aqui: https://comosercristacatolica.blogspot.com/2019/05/resposta-so-podemos-consagrar-uma.html?

      Deus abençõe

      Excluir
  13. Dois homenes podem ser padrinhos de fogueira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Na Igreja Católica NÃO EXISTE batismo de fogueira.
      O Batismo válido é na água!

      Leia mais aqui:
      https://comosercristacatolica.blogspot.com/2017/11/resposta-batismo-de-fogueira-batismo.html

      Deus abençõe

      Excluir
  14. Pode ser duas mulheres madrinhas de consagração?

    ResponderExcluir
  15. Vou crismar, porém fui chamada para ser madrinha de crisma no mesmo dia no mesmo local. Pode?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Pode.

      Você recebe o Sacramento do Crisma primeiro, acompanhada da sua madrinha ou padrinho e depois acompanha a sua afilhada.

      Deus abençõe!

      Excluir
  16. Sou consagrada a JESUS por meio de Maria pelo metodo de Sao Luiz, minha duvida é: tenho que fazer preparação para receber o sacramento da Crisma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Você DEVE ser Crismado, para tanto, é necessário fazer a Catequese de Adultos.

      Procure a Secretaria da sua Paróquia e informe-se sobre as inscrições/curso de crisma.

      PS: O Sacramento do Crisma, que confirma o Sacramento do Batismo, é mais importante que a Consagração, até porque a nossa maior consagração é o Batismo.

      Que Deus o abençõe!

      Excluir
  17. minha dúvida se o sexo do padrinho ou madrinha de consagração tem que ser do mesmo do bebê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Não.
      Nem o de Consagração, nem o de Crisma!

      Deus abençõe.

      Excluir
  18. Homem pode ser padrinho de consagração?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!!

      Pode!
      Certifique-se de observar os requisitos para ser Padrinho.

      Deus abençõe.

      Excluir
  19. Posso ser padrinho quantas vezes ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Quantas vezes for convidado e aceitar.
      A Igreja não põe limites, porém, a cada afilhado aumenta a obrigação (inclusive espiritual).

      Que Deus o abençõe.

      Excluir
  20. Respostas
    1. Ave Maria!

      O padrasto é casado na Igreja Católica com a mãe da criança?
      Vai a Santa Missa sempre, confessa e comunga?
      Se SIM, pode ser padrinho.

      Agora se não for casado na Igreja, não puder comungar/confessar, não pode.

      De toda sorte, é uma situação delicada, porque se futuramente quiser registrar a criança terá uma outra relação né? De pai!
      Creio que o melhor é evitar.

      Que Deus abençõe.

      Excluir
  21. Olá, fui convidada a madrinha mais sou divorciada, nesse caso posso batizar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Depende.

      Se casou na Igreja Católica e tiver numa união estável/segunda união, NÃO PODE.

      Se casou na Igreja Católica e não tem nenhum relacionamento (atualmente), se vai a missa aos domingos e comunga e se confessa: PODE.

      Se não casou na Igreja Católica mas tiver numa união estável/segunda união, NÃO PODE

      Se não casou na Igreja Católica e não tem nenhum relacionamento (atualmente), se vai a missa aos domingos e comunga e se confessa: PODE.


      Deus abençõe

      Excluir
  22. Eu discordo de alguns pontos, sou católico, batizado e crismado, porém me divorciei e agora não posso mais ser padrinho?? não posso mais comungar, perante a igreja estou em pecado mortal pro resto da vida??? mas pago meu dizimo dou minha oferta e isso a igreja aceita, está correto mesmo?? e o perdão que Deus tem por todos nós?? existem tantos politicos safados, bandidos, pessoas infieis que vivem dentro da igreja, mas esses se nunca tiverem se separados mesmo se baterem nas esposas esses servem para ser padrinhos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Se você é divorciado e não vive uma segunda união, pode ser padrinho sim. E confessar e comungar também.

      E você pode também conversar com o padre para que ele veja se seu casamento pode ser declarado nulo ou não.

      Quanto aos outros, que citou, se não vivem conforme ensina a Igreja, não podem ser padrinhos.

      Deus o abençõe.

      Excluir
  23. A madrinha de consagração precisa fazer curso do batismo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Ela precisa ser católica,CRISMADA, mais de 16 anos, ter feito 1 comunhão, ir a Missa aos domingos, confessar, comungar...
      E fazer o curso!

      Uma pessoa que se propõe a ser madrinha/padrinho mas não quer fazer um curso de poucas horas num final de semana ou a noite na semana, dificilmente será um bom padrinho/madrinha COMO PEDE A IGREJA, não como as pessoas imaginam (aquele que da presente, embora não seja presença...)

      Faça o Curso de Batismo.
      Seja uma boa madrinha rezando diariamente por seu afilhado, sendo um boa católica, um exemplo para ele, levando-o a Santa Missa, para a Catequese...

      Deus a abençõe!

      Excluir
  24. Boa noite! Minha amiga batizou o filho dela tem dois anos ms tomou uma rasteira dos padrinhos logo quando saiu da igreja e desde então os padrinhos nunca procuraram a criança. Ela gostaria de saber se é possível de forma jurídica trocar os nomes na certidão dos padrinhos? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Creio que não.

      https://comosercristacatolica.blogspot.com/2019/09/resposta-e-possivel-juridicamente.html

      Deus abençõe

      Excluir
  25. Boa noite! Meu filho pode ter 2 madrinhas de batismo, em vez de um padrinho + uma madrinha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      NÃO!

      "Cân. 873. Haja um só padrinho OU uma só madrinha, ou então UM PADRINHO E UMA MADRINHA"

      O que você pode fazer é escolher uma para ser madrinha de Batismo e a outra para ser a madrinha de consagração a Nossa Senhora, que ocorre no dia do Batismo.

      Mas, atente para que as duas sigam os requisitos (Cân. 874):

      1) Ser designado pelo batizando ou crismando, ou pelos seus pais, ou no caso de ausência pelo pároco ou ministro, e tenha aptidão e intenção de cumprir esse encargo;

      2) Tenha completado 16 anos de idade;

      3) Seja batizado na Igreja Católica e tenha recebido o Sacramento do Crisma;

      4) Já tenha recebido o Sacramento da Eucaristia (feito a primeira comunhão);

      5) Leve uma vida de acordo com a fé (católica) e o encargo que vai assumir;

      6) Não tenha sido atingido por nenhuma pena canônica legitimamente irrogada ou declarada;

      7) Não seja pai ou mãe do batizando-crismando (nem marido);

      8) Seja solteiro ou casado na Igreja Católica.

      Que Deus a abençõe.

      Excluir
  26. Católicos podem ser padrinhos de casamento de protestantes, mesmo que seja apenas no civil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Poder pode.
      E se fosse na Igreja deles e ela permite...

      Na Igreja Católica NÃO EXISTE a figura do padrinho/madrinha de casamento; são TESTEMUNHAS!

      Diz o Código de Direito Canônico:

      "Cân. 1108 — § 1. Somente são válidos os matrimónios contraídos perante o Ordinário do lugar ou o pároco, ou o sacerdote ou o diácono delegado por um deles, E AINDA PERANTE DUAS TESTEMUNHAS, segundo as regras expressas nos cânones seguintes
      e salvas as excepções referidas nos câns. 144, 1112, § 1, 1116 e 1127, §§ 1-2"

      Deus abençõe.

      Excluir
  27. Escolhi um Padrinho, Solteiro, Batizado e Crismado, Mais Ele é Mais Novo que Eu Isso Tem Algum Problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Não.
      Se tem mais de 16 anos e já é crismado, pode ser padrinho.
      Não precisa ser mais velho, embora não seja o usual.

      https://comosercristacatolica.blogspot.com/2018/09/resposta-padrinhos-podem-ser-mais-novos.html

      Deus abençõe.

      Excluir
  28. Minha Irmã Me Chamou Pra Ser Padrinho do Filho Dela, Já Que Eu Vou Ser Tio, É Pecado Eu Recusar o Pedido de Padrinho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Não há problema em ser tio E padrinho.

      O problema é ser um padrinho que não frequenta a Igreja, não se confessa, não vai a Santa Missa, não comunga... isso que não pode.

      Sobre ser pecado. Não é.

      Os 10 Mandamentos são:

      1. Amar a Deus sobre todas as coisas;
      2. Não tomar o Santo nome de Deus em vão;
      3. Guardar os Domingos e Festas de Guarda;
      4. Honrar Pai e Mãe;
      5. Não Matar;
      6. Não pecar contra a Castidade;
      7. Não roubar;
      8. Não levantar falso testemunho;
      9. Não desejar a mulher do próximo;
      10. Não cobiçar as coisas alheias.

      Que Deus o abençõe!

      Excluir
  29. Vou batizar a minha filha e já escolhi os padrinhos de batismo e os de consagração, mais gostaria de saber se posso escolher mais um casal pra ser de consagração também. Ou é apenas um casal para batismo e outro para consagração?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Que tantos padrinhos! rsrs
      Sério que você conseguiu arrumar tanta gente assim que vive de fato a fé católica? Que benção né?

      Padrinhos de Batismo, conforme o Código de Direito Canônico, são no máximo 2! Sendo um casal (homem e mulher).

      Nunca tinha visto um casal como padrinhos de consagração, normalmente é só uma mulher. Mas o Código de Direito Canônico não fala sobre padrinhos de consagração.

      O que você pode fazer, é chamar esse outro casal para serem padrinhos de Apresentação.

      Assim, um casal Apresenta o bebê, o outro casal será do Sacramento do Batismo e o terceiro casal será de Consagração.

      E chega né!!

      Guarda aí casal de padrinhos pros outros filhos kkkkkk

      Que Deus lhe abençõe!

      Excluir
    2. Boa tarde. Já tenho os padrinhos de vela. Gostaria de chamar mais outro casal. O que me aconselha a fazer, chamar ambos para padrinhos de consagração ou ambos para padrinhos de apresentação?
      Ou a madrinha para consagração e o padrinho para apresentação?
      E gostaria ainda de saber o que fazem na hora do batismo.

      Excluir
    3. Ave Maria!
      Bom dia!

      Primeiro: O que seria "padrinhos de vela"?
      Não conheço.

      Segundo: Sério que você conhece 3 casais casados na Igreja Católica, (6 pessoas) que são batizadas, crismadas, frequentam a Igreja, se confessam com regularidade, vão a Missa todo domingo e comungam? Que maravilha! De fato, infelizmente isso não é comum, salvo entre membros de comunidades.

      Terceiro: O que essas outras pessoas fariam na hora do Sacramento do Batismo? NADA!

      Quarto: O que eu aconselho?

      Que observe o que ensina o Código de Direito Canônico. Simples! Lá diz que padrinhos de Batismo são no máximo 2, sendo 1 casal, casado na Igreja Católica.
      Se você já tem 1 casal que preenche todos os requisitos exigidos, não fica querendo inventar não.
      As coisas de Deus são simples!
      (E lembre-se que ainda terá o Padrinho ou Madrinha de Crisma no tempo oportuno).

      Guarde os outros casais, essas preciosidades, para serem padrinhos dos filhos que virão (afinal, vocês terão outros filhos né? são abertos a vida, como a Igreja nos pede ne?)

      Quinto: Mas pode escolher uma das mulheres para Madrinha de Consagração - que ocorre APÓS o Sacramento do Batismo.

      Que Deus abençõe.

      Excluir
  30. Tenho uma dúvida. Comprometi-me em oração em ser padrinho de uma criança que estava com a saúde fragilizada e corria certo risco. Disse ao Senhor que, se Ele cuidasse da saúde, eu me comprometeria a ser padrinho.
    No entanto, eu penso em seguir a vocação monástica. Eu poderia ser padrinho, visto que o padrinho deve estar presente na vida do batizado?
    Sinto-me agora, de certa forma, realmente comprometido a fazer isso, já que disse isso ao Senhor em oração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Primeiro ponto!

      Você diz que se comprometeu em oração, com Deus ou com os pais da criança?

      Porque para ser padrinho de alguem: os pais (se criança) ou o batizando (se adulto) é que escolhe o Padrinho/Madrinha.

      Então, você só poderá ser padrinho se for convidado pelos pais do menor.

      Segundo Ponto!

      Pode ser padrinho sim.
      Antigamente tinha-se o costume de tomar Nossa Senhora por madrinha. Ou algum santo. Muitos padres também são padrinhos.

      O Catecismo nos ensina que:

      "1255. Para que a graça baptismal possa desenvolver-se, é importante a ajuda dos pais. Esse é também o papel do padrinho ou da madrinha, que devem ser pessoas de fé sólida, capazes e preparados para ajudar o novo baptizado, criança ou adulto, no seu caminho de vida cristã (50). O seu múnus é um verdadeiro ofício eclesial (51)"

      Talvez você não possa estar presente (se de fato for ser monge, coisa que não ocorreu ainda) em corpo, mas certamente estará espiritualmente orando pelo seu afilhado. E, ainda, a depender do monastério e dos pais da criança, vocês podem ter contato.

      Terceiro ponto!

      Como você relatou que fez um compromisso com Deus (voto: seria uma promessa?), pode conversar com seu diretor espiritual ou com o Pároco da sua Paróquia de forma que mude essa sua "promessa" em outra coisa.

      Isso está disposto no Código de Direito Canônico:

      "Cân. 1197 — A obra prometida por voto privado pode ser comutada pelo próprio vovente em um bem maior ou igual; em um bem menor, por aquele que dispõe
      da faculdade de dispensar, nos termos do cân. 1196."

      "Cân. 1196 — Além do Romano Pontífice, por justa causa podem dispensar dos votos privados, contanto que a dispensa não lese o direito adquirido por outros:
      1.° o Ordinário do lugar e o pároco, relativamente a todos os seus súbditos e também aos peregrinos (...)"

      Que Deus o abençõe!

      Excluir
  31. Isso é preconceito: "Agora, se a pessoa é homossexual e vive em plenitude a sua sexualidade - namorando, casado, militando -, não pode ser padrinho/madrinha."
    O próprio Supremo Tribunal Federal já reconheceu a união entre casais do mesmo sexo; e, atualmente, considera RACISMO a prática de tais condutas discriminatórias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      1. O Estado é Laico.

      Não é isso que vivem "pregando"?
      Então, se a Igreja não pode interferir no Estado
      O Estado também não pode/deve interferir na Igreja

      (Como diz o ditado: "Pau que dá em Chico, dá em Francisco).

      2. O STF reconheceu sim a união CIVIL (contrario ao que diz a Constituição Federal) de pessoas do mesmo sexo.
      O STF não dispôs, nem pode, no tocante a religião.

      3. Levando-se em conta que a norma da Igreja atinge e vale tanto para homossexuais, como para heterossexuais, NÃO HÁ RACISMO!

      Se quer saber mais sobre e porque não é discriminação/racismo, leia mais na resposta já dada aqui, sobre o mesmo tema:

      https://comosercristacatolica.blogspot.com/2016/11/resposta-papa-francisco-os-homossexuais.html

      Como disse Jesus: Vá e não tornes a pecar!
      Que Deus abençõe!

      Excluir
  32. O padrinho de crisma substitui os padrinhos de batismo?
    Ou todos permanecem nas mesmas condições?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!
      Não.

      https://comosercristacatolica.blogspot.com/2019/10/resposta-padrinho-de-crisma-substitui-o.html

      Deus abençõe.

      Excluir
  33. Eu posso ser madrinha de consagração do Filho da madrinha da minha filha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Se você for:

      1) Designado pelo batizando ou crismando, ou pelos seus pais, tenha aptidão e intenção de cumprir esse encargo;

      2) Tenha completado 16 anos de idade;

      3) Seja batizado na Igreja Católica e tenha recebido o Sacramento do Crisma;

      4) Já tenha recebido o Sacramento da Eucaristia (feito a primeira comunhão);

      5) Leve uma vida de acordo com a fé (católica) e o encargo que vai assumir;

      6) Não tenha sido atingido por nenhuma pena canônica legitimamente irrogada ou declarada;

      7) Não seja pai ou mãe do batizando-crismando (nem marido);

      8) Seja solteiro ou casado na Igreja Católica.


      Pode ser sim.

      Deus abençõe.

      Excluir
  34. Fui convidada para ser madrinha de Crisma, mais vivo uma união estável, não sou casada na igreja ainda.
    Quero casar, há alguma maneira de Crisma lo e depois casar na igreja?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!!!!

      Você não disse quando sera o Crisma, mas acho que tem uma maneira de você receber o Sacramento do Matrimônio antes de ocorrer o Sacramento do Crisma.

      Vá na Igreja e marque o dia, dê entrada na papelada logo amanhã, em no máximo 3 meses você consegue casar na Igreja (ou menos) e pode casar no religioso com efeito civil. ;)

      Não espera não!

      Mais importante o Sacramento que a festa!
      Festa faz depois.
      Bolo e champagne é o máximo da elegância.
      Vai por mim....

      Que Deus te abençõe!

      Excluir
  35. Para crismando masculino pode madrinha?

    ResponderExcluir
  36. vou batizar minha filha;gostaria de saber se ela pode ter um padrinho e uma madrinha de consagraçao?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria!

      Não é usual, mas se preencherem os requisitos exigidos para serem padrinhos, podem sim!

      Deus abençõe.

      Excluir

Comentário sujeito a moderação.
Perguntas podem ser respondidas em novas postagens, para saber, clique no Marcador: "Respostas"
Que Deus os abençõe.
Obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...