Seguidores

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Dia de Todos os Santos - 1 de Novembro


O Dia de Todos os Santos é um dos dias considerados de Preceito, de Guarda, dia Santo, em que todo católico é obrigado a participar da Santa Missa, sob pena de, não o fazendo, cometer um pecado mortal contra o Terceiro Mandamento da Lei de Deus e o Primeiro Mandamento da Igreja. Porém, aqui no Brasil, a CNBB, por autorização da Santa Sé, transferiu a comemoração desse dia para o domingo mais próximo, normalmente, o seguinte.

No princípio, a Bíblia reservou a Javé o título de "Santo", palavra que tinha então um significado muito próximo ao de "sagrado": Deus é o "Outro", tão transcendente e tão longínquo que o homem não pode pensar em participar da sua vida. Diante de sua santidade (cf Gn 28, 10-19; 1 Sm 6, 13-21; 2 Sm 6. 1-10) o homem não pode deixar de ter respeito e temor (cf Ex 3, 1-6, Gn 15,12).
Numa religião de salvação como a de Israel, Deus devia comunicar a sua santidade ao povo (cf Is 12, 6; 29, 19-23; 30, 11-15; 31, 1-3), o qual se torna também "outro", manifestando em sua vida cotidiana, e sobretudo em seu culto, um comportamento diferente do de outros povos (Lv 19, 1-37; 21, 1-23; Ap 4, 1-11). Mas para efetuar essa santidade a que Deus o chamava, o povo eleito tinha apenas meios legais e práticas de purificação exterior. Os homens mais esforçados tomaram logo consciência da insuficiência de tais meios e procuraram a "pureza de coração", capaz de fazê-los participantes da vida de Deus (cf Is 6, 1-7; Sl 14; Ez 36, 17-32; 1Pd 1, 14-16). Esses puseram sua esperança numa santidade que seria comunicada diretamente por Deus (Ez 36, 23-28). Esta aspiração se realiza no Cristo; ele irradia a santidade de Deus; sobre ele repousa "o Espírito de santidade"; ele reinvidica o título de "santo" (cf Jo 3, 1-15; 1Cor 3, 16-17; Gl 5, 16-25; Rm 8, 9-14). E, de fato, santifica toda a humanidade.
Jesus Cristo, tornado "Senhor", transmite a sua santidade à Igreja por meio dos sacramentos, que trazem ao homem a vida de Deus (cf Mt 13, 24-30; 25,2; Cl 1,22; 2Cor 1,12)
Esta doutrina era tão viva nos primeiros séculos que os membros da Igreja não hesitavam em se chamar "os santos" (2 Cor 11,12; Rm 15, 26-31; Ef 3, 5-8; 4,12), e a própria Igreja era chamada "comunhão dos santos". A santidade cristã manifesta-se, pois, como uma participação na vida de Deus, que se realiza com os meios que a Igreja nos oferece, particularmente com os sacramentos. A santidade não é fruto do esforço humano, que procura alcançar de Deus com suas forças, e até com heroísmo; ela é dom do amor de Deus e resposta do homem à iniciativa divina.

Liturgia

Primeira Leitura Ap 7, 2-4.9-14
Leitura  do Livro do Apocalipse de São João
Eu, João, vi um anjo, que subia do lado onde nasce o sol. Ele trazia a marca de Deus vivo e gritava, em alta voz, aos quatro anjos que tinham recebido o poder de danificar a terra e o mar, dizendo-lhes: "Não façais mal à terra, nem ao mar, nem às árvores, até que tenhamos marcado na fronte os servos do nosso Deus". Ouvi então o número dos que tinham sido marcados: eram cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos dos filhos de Israel. Depois disso, vi uma multidão imensa de gente de todas as nações, tribos, povos e línguas, e que ninguém podia contar. Estavam de pé diante do trono e do Cordeiro; trajavam vestes brancas e traziam palmas na mão. Todos proclamavam com voz forte: "A salvação pertence ao nosso Deus, que está sentado no trono, e ao Cordeiro". Todos os anjos estavam de pé, em volta do trono e dos Anciãos e dos quatro Seres vivos e prostravam-se, com o rosto por terra, diante do trono. E adoravam a Deus, dizendo: "Amém. O louvor, a glória e a sabedoria, a ação de graças, a honra, o poder e a força pertencem ao nosso Deus para sempre. Amém".
E um dos Anciãos falou comigo e perguntou: "Quem são esses vestidos com roupas brancas? De onde vieram?"
Eu respondi: "Tu és que sabes, meu senhor".
E então ele me disse: "Esses são os que vieram da grande tribulação. Lavaram e alvejaram as suas roupas no sangue do Cordeiro".
Palavra do Senhor.
Graças à Deus.

Salmo 23

R. É assim a geração dos que procuram o Senhor!

- Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra,
o mundo inteiro com os seres que o povoam;
porque ele a tornou firme sobre os mares,
e sobre as águas a mantém inabalável. R

- "Quem subirá até o monte do Senhor,
quem ficará em sua santa habitação?"
"Quem tem mãos puras e inocente coração
quem não dirige sua mente para o crime. R.

- Sobre este desce a bênção do Senhor
e a recompensa de seu Deus e Salvador".
"É assim a geração dos que o procuram,
e do Deus de Israel buscam a face". R.

Segunda Leitura 1Jo 3,1-3
Leitura da Primeira Carta de São João
Caríssimos: Vede que grande presente de amor o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não conheceu o Pai.
Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem sequer se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é. Todo o que espera nele, purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.
Palavra do Senhor.
Graças à Deus.

 Evangelho Mt 5, 1-12a
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, e Jesus começou a ensiná-los: "Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor!

Fonte: Missal Dominical

Todos os Santos e Santas da Igreja que estão diante de Deus adorando-o e glorificando-o, rogai por nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...